sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Um brinde


Somos merecedores de uma rodada de aplausos e um belo brinde. Já passamos por tantas coisas, como por exemplo: aguentamos tantas pessoas pé no saco, falsas e merecedoras do nosso desprezo. Por passarmos por certas dificuldades e continuarmos de pé. 
 Só nunca podemos esquecer que o mundo da voltas, muitas voltas. Hoje você pode estar por baixo, sendo pisoteada, massacrada por todos. Mas amanhã é o seu dia de estar por cima, de mostrar a quem te magoou, que você é muito mais forte que isso, que não será uma tempestade que ira lhe abalar, não são pequenos trovões e relâmpagos que lhe fazem estremecer eternamente, e ter vontade de nunca mais sair de casa. 
 Hoje percebo que aguentei tanta coisa, tantas pessoas otárias, já passei por coisas que sem elas eu não teria chegado aonde cheguei. E que sem elas eu não teria me tornado mais forte, mas também aprende que é sempre bom está usando um colete a prova de balas, pois nunca estamos cem por cento salvos do mal desse mundo, e dos corações partidos. 
  "E especialmente um brinde ao que deu certo, ao que não deu nada. Um bride ao caminho incerto, à pessoa errada. Um brinde a tudo que aconteceu, e que nunca vai acontecer. Tudo que mudou, e a tudo que nunca vai mudar!"
 Por que estamos em eterna mudança, em eterno aprendizado. Vivendo, sobrevivendo, quebrando a cara e aprendendo sempre que podemos. 

Um comentário:

  1. Me identifiquei muito, meus parabéns! Tá muito lindo!

    ResponderExcluir